Skip to content

Bio

Lynn Carone é natural de Los Angeles, EUA, naturalizada brasileira. Graduou-se como artista na Faap, Fundação Armando Álvares Penteado em 1988 e viveu em São Paulo até 2017. Atualmente vive e trabalha em Brasília e leciona na Universidade de Brasília no instituto de Artes, como professora substituta. É arte educadora, formadora de professores e designer de joias.

Frequentou cursos de formação com diversos artistas como Carlos Fajardo, Edith Derdik, Carmela Gross, Nuno Ramos, Evandro Carlos Jardim, entre outros.

Desenvolveu projetos e participou de coletivos em parceria com artistas, tais como “Espaço comum”, Espaço conexão”, “Atelier das quatro”, Ritos baldios”, “Linha imaginária”, “ Tempo, espaço e lugares”, Coletiva “Novembro”, ”Uma mulher por metro quadrado”, “Correspondências”, entre outros. Também participou de exposições individuais como: “ Correspondências”, no centro cultural da câmara dos deputados em Brasília e “Ciclos” no centro cultural Henfil em São Bernardo do Campo.

Participou de diversas exposições, editais de arte e salões pelo Brasil desde 1998, como Paço das Artes, Galeria Espaço Ophicina, Atelier 397, Estação Júlio Prestes, Museu do Mackenzie, SESC Pompeia, Casa Contemporânea e Museu Espaços das Artes da Universidade de São Paulo em São Paulo, Museu de Arte Contemporânea de Curitiba e de Campinas, galeria da Universidade Federal de Minas Gerais, Museu de Artes de Ribeirão Preto, Galeria Espaço Politheama em Jundiaí, Salão de Piracicaba, salão de artes do Amapá, Galeria da câmara de Brasília e na casa de Cultura da américa Latina do DF. Também participou do projeto “ Fish eye” em Cardiff no país de Gales pelo projeto Linha imaginária e do seminário internacional de Arte e Natureza.

A partir do ano de 2014 a gravura em metal, “o que é meu, o que é seu, o que é nosso” passou a fazer parte do acervo da Pinacoteca de São Paulo.

pt_BRPortuguese
en_USEnglish pt_BRPortuguese